quarta-feira, 28 de março de 2012

A mitologia egípcia

As divindades e a criação do mundo
versão livre de Ekatala Keller


Nun, o oceano primordial da não existência, deu origem a Rá – a divindade criadora, que espirrou Shu, o deus do ar seco e Tefnut, a deusa do ar úmido.
E então, Rá enviou os dois deuses Shu e Tefnut em uma viagem pelo oceano.

Rá detinha os poderes de criação e ficou mais conhecido como o deus-sol. Através de seus poderes, criou Maat - a deusa da harmonia universal. Mas como precisava de um lugar seco para continuar a sua criação, ordenou ao oceano Nun que se afastasse e foi então que encontrou uma ilha rochosa chamanda de Benben. Essa foi a rocha escolhida por Rá, e sobre a pedra chamou à existência os elementos primordiais.

Enquanto isso, Shu e Tefnut continuavam a viagem pelo oceano. Eles se tornaram amantes e Tefnut engravidou de um casal de gêmeos, que receberiam os nomes de Nut e de Geb.
Assim, Nut e Geb se conheceram ainda dentro do útero da mãe.

Quando os dois nasceram, Shu percebeu que os irmãos estavam unidos em cópula e, num ímpeto de fúria, elevou nos braços a sua filha Nut e a suspendeu bem alto, separando-a de Geb, pisando sobre ele. E foi nesse instante que Nut virou o céu, Geb se transformou na terra e o nosso planeta foi criado.

Ainda hoje, durante o dia eles são separados pelo próprio pai - Shu, o poderoso deus do ar. Mas como eles se amam incondicionalmente, todas as noites eles se encontram escondidos de Shu, exatamente quando o sol se apaga ao entardecer. (Na verdade é a deusa Nut que o engole o astro rei para descer vestida de estrelas com o seu corpo nu, para se encontrar com o Geb, criando a escuridão da noite para que o encontro seja secreto.
Então, eles se unem a partir de cada crepúsculo e como amantes apaixonados, eles se abraçam em cópula, fazendo amor.


E é no breu da noite que eles se fundem. Dessa forma, através da unificação de opostos entre a materia e o abstrato - o masculino e o feminino – que o planeta terra se enche de prazer, de fertilidade e de vida. Assim, Nut novamente dá à luz todas as manhãs ao disco solar e os ciclos se renovam. E na pausa entre o encontro amoroso e a separação de Nut e Geb, que o dia acontece.

Mas, voltando a estória, conta a lenda que Nut era prometida e casada com Rá, o poderoso deus dos deuses. Quando Rá descobriu a paixão secreta da esposa ficou furioso e decretou que ela não poderia ter filhos durante os 360 dias do ano. Infeliz, Nut pediu ajuda a Thoth, o deus da sabedoria.
Thoth pegou um pouco da luz da lua - que naquela época era tão brilhante quanto o sol para criar novos dias. E foi a partir daí que a lua passou a ter as suas fases, crescendo e decrescendo por causa da luz que perdeu, criando-se as quatro fases da lua. A seguir, as quatro estações do ano foram percebidas e surgiram em harmonia os quatro elementos mais importantes da vida na terra: fogo, terra, ar e água.

Dessa maneira, a deusa teve Osíris, Set, Néftis e Ísis, as maiores divindades do Egito. E o nosso calendário passou a ter 365 dias em homenagem aos filhos de Nut. Existe uma lenda que inclui entre os filhos de Geb e Nut, os poderes de Hórus, que também seria dessa descendência, filho de Ísis e de Osíris. Sabe-se que através da força extra-sensorial do olho de hórus o ser humano é capaz de ver a a essência mais profunda - a realidade exatamente como ela é – despertando assim, a consciência de si mesmo.

Hoje em dia, o símbolo do olho de Hórus também é usado para evitar o mal e continua com a idéia de trazer proteção espiritual e expandir o terceiro olho através do sexto sentido, trazendo luz e compreensão além dos limites da mente humana.

Além dos filhos e deuses, o amor de Nut e Geb gerou as estrelas, e toda a matéria viva na terra como as plantas, as flores e as estações do ano.

O equílibrio existencial entre as energias opostas é exatamente o grande sentido da vida de todos os seres humanos em alcançar a compreensão de si mesmo na evolução terrena. E somente através da compreensão dos elementos primordias é que a astrologia pode se tornar um portal revelador , pois a linha de 180 graus que separa os opostos complementares diz respeito exatamente ao distanciamento e a aproximação dos mitos de Nut (energia cósmica) e de Geb (energia terrena), que se aproximam e se completam.


Nut e Geb representam o sol em essência, a lua em emoção e o planeta em fertilização. E assim foi o princípio de tudo. Ou quase tudo.

Particularmente, eu gosto muito da visão flexível e atual em perceber Nut – essencialmente feminina: a noite, as fases da lua – representando as atividades masculinas da criação como engolir o sol - o fogo, e descer pelo ar para fazer amor com Geb.
E da mesma forma, deliberadamente, o mito Geb – essencialmente masculino – representando os elementos femininos da criação, pois espera passivamente pela descida da amada Nut para abraça-lo, e assim em amor, fecundá-la.

Essa aparente inversão em nada diz respeito à sexualidade e ao ego construtor do ser humano, e sim ilustra com liberdade os opostos internos da matéria biológica de que somos feitos: 50% da herança genética do pai e 50% da herança genética da mãe. Energeticamente, somos uma composição entre o masculino e feminino, e podemos (e devemos!) desenvolver todo esse potencial de forma criativa e saudável.

Dessa forma, Geb é considerado o deus da terra, elemento distinto, pronto a ser fertilizado e produzir seus frutos e Nut é considerada a mãe de todos os deuses e representa significativamente o firmamento e o espaço infinito. É a mãe das estrelas, cujo corpo se curva acima da terra para formar o arco dos céus - o arco da abóbada celeste - que se derrama sobre o planeta, simbolizando a união entre o corpo e a alma, entre a matéria e o espírito, entre o sagrado e o profano e principalmente, entre o masculino e o feminino.

Astrologicamente Vênus rege Nut na fertilidade feminina de Touro e na agilidade masculina de Libra, e Marte rege Geb na virilidade masculina de áries e na profundidade feminina de Escorpião. Partindo dessa analogia sem distinção sexual percebe-se que homens e mulheres são de Marte assim como homens e mulheres são de Vênus.

O Sol representa o pai e o brilho próprio (significa o signo solar de cada um de nós).

A posição da Lua significa a mãe e as características do signo lunar representam as memórias da criança interior – os padrões emocionais adquiridos na primeira infância.

O planeta Terra significa o lar e todas as áreas da vida e é ligado pela comunicação ágil de Mercúrio, um planeta com expressão feminina em Virgem e comunicação masculina em Gêmeos.

Curiosidades:-

Existe uma sincronia entre os movimentos de rotação e revolução da lua. Por causa disso, ela mantém sempre a mesma face voltada para a terra e uma mesma fase lunar ocorre para o mundo todo, não importando a localização do observador. Porém, elas são vistas de formas diferentes.

Atualmente, o elemento Metal, que seria o 5° elemento de criação, representa o futuro da humanidade - aquilo que ainda não foi definitivamente revelado - mas que já está presente em vida e importância no universo.
Geb também era considerado deus da morte, pois se acreditava que através de sua força sagrada os espíritos maus eram aprisionados, para que não pudessem ir para o céu. Curiosamente, conta-se que a deusa Nut também era invocada como deusa celestial. No túmulo de Tutankhamon foi encontrado um peitoral, junto a sua múmia, rogando: “Nut minha divina mãe, abre tuas asas sobre mim enquanto brilharem nos céus as imorredouras estrelas.”

Antigamente, o olho de Hórus - juntamente com o símbolo da serpente - simbolizavam a força real e os faraós maquiavam o seus olhos como o olho de Hórus e usavam serpentes esculpidas na coroa como proteção, sabedoria e poder.

Versão livre do mito de Nut e Geb, por Ekatala Keller
As imagens contidas no post foram compiladas da internet

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br
((( ☼ ☾ ♀ ♂ )))

Da uva e da terra ((( Touro )))

E claro que nessa brincadeira,eu não poderia deixar a adega de fora.
Taí, a minha bandeja inspirada no sabor da terra. Para Touro.


Viver sempre é um sabor único, pessoal e intransferível.
Viver é celebrar! Um brinde ao coração.

Vênus em ((( amor )))

Fiz esse abajur para o meu quarto inspirada em todo o amor que houver nessa vida!


♪♬♬♪♫♪♭♪♪ Um pouco de luz nessa vida ♬♪♫♪♭♪♪♪


E como dizia Millôr: "na cama/ mais que dois/ é multidão"
E é. Amor de Vênus é amor íntimo, envolvente e sensual. Vênus rege a terra de Touro e o ar de Libra. Você só pode conhecer Vênus ao experimentar o amor na incrível arte de ser feliz!

Namastê!

O Beijo da Lua

Beijo personalizado, quer mais gostoso?
Tô brincando com as minhas ideias... e praticando astrologia com artesanato. Por exemplo, esse porta-chaves tem a ver com a Lua: não se esqueça de me beijar antes de sair...hum?? Idem para quando chegar - acho que o nome dele será o Beijo da Lua.


*A Lua - regente do signo de Câncer - faz dos cancerianos seres sensíveis, ligados ao lar e ao ancestralidade.

terça-feira, 27 de março de 2012

((( Mapa do coração )))

E se você tem vontade de fazer a leitura personalizada do seu mapa astral, mas não está aqui no glorioso Rio de Janeiro, eu posso atendê-lo(a) via skype com vídeo ou por telefone... ou mesmo por vídeo/chamada pelo faceb. Também tenho algumas indicações de astrólogos em São Paulo, Brasília e Goiânia. Não deixe de conhecer as estrelas que habitam o seu coração, pois a astrologia é uma ferramenta linda de autoconhecimento, que convida a refletir a sua própria vida, na doce liberdade das suas escolhas, referências e opções, na infinidade do universo individual muito além das crenças, dos preconceitos, dos condicionamentos e das barreiras do próprio ego - muitas vezes, o nosso próprio inimigo.
Um beijo estrelar, com muito amor.
Namastê querido dia do mundo real!
Arte de Adriana Bittar
http://dribittar.blogspot.com.br
Contato pelo site http://ekatala.com.br

segunda-feira, 26 de março de 2012

Alguns encantos de Netuno e Plutão

No meu sonho, nas minhas férias de infância, eu cruzava as ondas do mar com a minha prancha de isopor e me sentia muito forte. Depois, percebi na vida ainda muito jovem, que as ondas eram muito mais fortes e cruzavam os meus sonhos, despedaçando-os. Hoje eu sonhei que nem eu cruzava as ondas, nem elas me despedaçavam: nós apenas nos encontrávamos. Quase um deleite. Todo um prazer.

domingo, 25 de março de 2012

quinta-feira, 22 de março de 2012

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller

A minha paixão pela arte me levou a mergulhar no universo humano e suas infinitas reflexões através de duas percepções muito antigas: a mitologia e a astrologia.

Os mitos me encantam pela força das metáforas que refletem de significados a vida e a busca espiritual do ser humano desde os primórdios. E a astrologia - com os seus símbolos, signos e planetas - é a visão mais coerente que encontrei para traduzir os potenciais humanos em suas particularidades a partir do universo íntimo com relação ao infinito como um todo.

Sou de uma geração que busca incessantemente a espiritualidade. Segui a minha vida procurando respostas na presença de mestres iluminados e me encantei pela visão espiritual do oriente. Conheci os mitos, as religiões e as meditações. Aprendi sobre símbolos e através da astrologia, encontrei uma das ferramentas mais importantes para a busca do autoconhecimento, e que se tornou essencial para o caminho do meu coração, pois a sua sabedoria vai além de qualquer preconceito ou julgamento.


A astrologia não apenas me deu algumas respostas como abriu novas perguntas e me indicou importantes percepções de realização terrena. E foi experimentando essas possibilidades que expandi a minha visão na forma única e bela de cada corpo - o microcosmo em sua trajetória de vida. A partir daí, fiz a correlação necessária entre o ser humano - nativo na sua própria natureza - com o mundo do qual faz parte, o meio em que vive.

Em total liberdade de criação, pedi licença para a mitologia greco-romana, que fundamenta tradicionalmente a astrologia, e me inspirei em Nut, a mãe de todos os deuses na diversidade da mitologia do Egito. Dessa forma, recriei um encontro entre os deuses egípcios, os signos astrológicos e o ser humano atual.



E foi através dessa expansão criativa que pude perceber a beleza de Nut, que traduz de forma lúdica o elo entre mitos, lendas, ciência e arte. Um encontro sem pudores entre os símbolos, as palavras, os humanos e as estrelas, um sopro através das sensações da própria pele ao desnudar o coração.

E assim, neste contexto, o livro “Além da Astrologia” foi criado, livremente inspirado nos deuses da mitologia egípcia e também nos signos e planetas do Universo. O livro convida a refletir sobre tudo o que não pode ser dito mas apenas percebido. E é, de fato, pura percepção. Do meu coração.

Namastê.
Ekatala Keller


Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

Sobre o vídeo:

Em todas as estações do ano e no momento exato do pôr-do-sol, Nut - a deusa do céu e de todo o firmamento, desce para se abraçar com Geb - o deus da terra e da fertilidade.
Então, todas as noites eles se encontram exatamente quando o sol se apaga ao entardecer (na verdade, é a deusa Nut que o engole o astro rei e veste de estrelas o seu corpo nu, criando a escuridão da noite para que o encontro seja íntimo e secreto).
E assim, eles se unem a partir de cada crepúsculo e como amantes apaixonados, eles se abraçam em cópula, fazendo amor. E é no breu da noite que eles se amam intensamente.
Dessa forma e através da unificação de opostos entre a matéria e o abstrato, o planeta terra se enche de prazer, de alegria e de vida.
Assim, Nut novamente dá à luz todas as manhãs ao disco solar e os ciclos se renovam. E na pausa entre o encontro amoroso e a separação de Nut e Geb, o dia acontece - todos os 365 dias do ano.
Astrologicamente, Nut e Geb representam o Sol em essência, a Lua em emoção e o planeta em constante fertilização e beleza.
E assim foi o princípio de tudo.
Ou de quase tudo.

Ekatala Keller
Nut, um olhar além da astrologia
Fotografia Alexandre Devananda
Som Tosca "Busenfreund"

Praia da Tartaruga - Búzios
Rio de Janeiro - RJ

((( Gratidão )))

E a vida é assim: quando você espera muito, ela te ensina a paciência e perseverança. Quando você relaxa e aprende a curtir, as coisas acontecem entre boas surpresas num passe de mágica. Quase uma matemática sem juízo, um resultado indefinido, sem prova real.

domingo, 18 de março de 2012

((( ser ou não ser )))

O signo ascendente é o portal para a primeira expansão no caminho do autoconhecimento. É preciso olhar para além das primeiras impressões - algo possível de acontecer somente depois das primeiras (des)ilusões do Eu sou (não sou) isso. Ou aquilo. Namastê.

Lilith ou Liberdade? Igualdade.

A outra face da Lua


Conta a lenda que Lilith foi a primeira mulher de Adão e que o abandonou partindo do jardim do Éden. O motivo? Não aceitou se submeter a ele de forma desigual, pois como primeiramente foi Adão que tomou forma, queria dominá-la de todas as maneiras. Lilith não aceitou a desigualdade e o abuso contra ela e imediatamente eles começaram a brigar:

"Por que devo deitar-me embaixo de ti?

Por que devo abrir-me sob teu corpo?

Por que ser dominada por ti?

Eu também fui feita de pó e por isso sou tua igual."


Então Lilith se associou ao vento e como tinha o dom da intuição utilizou do elemento água como um portal enigmático e resolveu ir embora do paraíso no exato momento do pôr-do-sol, voando para o seu misterioso mundo da percepção em busca da liberdade. E ao cair da noite, nasceram as estrelas e todos os tipos de arte.


Adão ficou furioso com a partida de Lilith e como ficou sozinho, logo em seguida foi criada Eva, dessa vez não mais a partir do pó da criação e sim através da costela de Adão, para que não mais houvesse rebeldia e a mulher fosse tida como servidora ao homem.

Como a sua existência não poderia ser simplesmente ignorada, Lilith ficou injustamente associada à magia negra e a vadiagem. Assim, surgiu a fofoca e a intriga no planeta terra e as mulheres passaram a ser classificadas em Liliths - levianas e rebeldes, ou em Evas - santas e devotas ao lar. A estória foi completamente distorcida, e a força feminina passou a ser temida e incompreendida. As inimizades entre as mulheres ganharam força e todas foram prejudicadas.

E como não poderia ser diferente, como resultado nasceu a ideia machista da criação. E talvez Lilith seja a primeira feminista a não se subjugar aos atos desrespeitosos impostos contra a mulher desde os primórdios. O seu nome passou a significar “aquela que se apoderou da luz”. No decorrer do tempo, as mulheres resgataram a força da energia lunar e conquistaram a liberdade em igualdade de direitos e de deveres.

Misteriosamente, nos dias de hoje, somente uma mulher metade Eva, metade Lilith, pode realmente ser feliz e fazer feliz aos que convivam com ela, pois quando respeitada e amada, pode levar ao deleite dos prazeres mais profundos do corpo e da alma, onde não existe a miséria emocional nem a força bruta e onde o coração é a maior dádiva: a liberdade onde o amor sincero e incondicional existe. Talvez, o verdadeiro Jardim de Éden.

Ekatala Keller



Astrologia


Para a astrologia, Lilith é a lua negra. É a busca pela própria verdade e afirmação. Lindamente encantadora, secreta, sensual e fascinante.

Representa a liberdade de opinião, o direito de escolher e de dizer "não" a todo o tipo de violência e agressão.


Significa as experiências infelizes vividas na infância, e toda forma de abuso que a criança possa ter sofrido: físico, moral ou sexual.

Também pode significar os talentos criativos pueris que foram expressados pela força da repressão e da omissão dos pais ou do meio social em que foi criada.

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

quinta-feira, 8 de março de 2012

Os Signos de Áries, Leão e Sagitário

"Você não é apenas um signo. Você é uma partícula infinita de energia desenhada no universo preciso de um mapa astral."
Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller

Os impulsos em fogo

O fogo é o mais dinâmico e criativo dos elementos.
Desnudar a tríade ígnea do mapa astral é conhecer onde temos os signos de Áries, Leão e Sagitário. Nessas casas e áreas da vida, precisamos desenvolver a criatividade, celebrar a alegria e o prazer de viver.
O mais importante aprendizado do fogo é buscar o equilíbrio entre ação e repouso. É o desafio em calcular as conseqüências e medir os riscos, pois a energia vital desse elemento é agir por impulso e brilhar: seja pela autenticidade de Áries, pela celebração de Leão ou pela visão lógica de Sagitário.
O elemento fogo age sob instinto de ataque e defesa. No corpo é o sangue, o ímpeto sexual, o calor, a fertilidade e o desenvolvimento do ego.
Os filhos dos signos do fogo são extrovertidos, espaçosos, generosos por natureza e conseguem transformar imediatamente qualquer banalidade em encantamento.
Movidos a excitamento, precisam de calor humano e reconhecimento para dar o melhor de si. São apaixonantes.

Sol em Áries

E embebida de impulso e ação, acorda de poderes a espécie, assim como
um bicho e o coito num cio: o sêmen em riste do sol.
Vestida de calor a boca da lua nua se fez fértil.
E de alegria terna, a vida se fez riso. De repente.


Por que agora? Por que não agora?

Eu só funciono quando eu quero. Só que às vezes, eu me esqueço disso.

De tanto dar piruetas a minha cabeça gira.

Nas imagens coloridas das minhas histórias, eu vejo carneiros selvagens.

Sou o imperador de qualquer lugar. De todos os lugares.

No pulso firme dos meus braços, abraço a vida.

Supérfluo é tudo aquilo que não me dá tesão.

De quantas risadas é feito um ariano?

Eu preciso aprender a respeitar o ritmo de cada um.
___

Sol em Leão

Luz
Flash
Moldura
Imagem
Foco
Força
Medo
Segurança
Carisma
Loucura
Riso
Ousadia
Palco da vida.


As multicores do sol em mim reconhecem e saúdam o sol em você.

A luz que me perdoe, mas o brilho é fundamental.

Quando piso em espinhos, eu desapareço. Dói desacreditar.

Quero mais do que o sol pode me dar. Quero a luz da consciência. E bem iluminada, para todos. Talvez algo simples, como uma grande festa!

As ofensas me ofuscam.

Sou um ser sensual. Vide bula.

Adoro as críticas bem longe de mim. De preferência ao lado das pessoas emburradas.

Tudo tem o seu tempo no próprio tempo. O meu tempo é hoje.

Eu preciso aprender que nem tudo é pessoal.

____

Sol em Sagitário

Da cor de Júpiter. Fálica. Pálida. Pico, paco. Opaco. A cor do prazer é a mesma cor da morte: vermelha. Diferente do orgasmo, que é branco. Orgasmos brancos.
Mais forte que o cheiro do vinho é o cheiro do sangue.
Carne crua despida de inconsciência.
Fato. Fálico. Pálido. Pica, paca. Opaca. Carne vermelha de sangue.


A metade bicho em mim quer cavalgar; a metade humana em mim quer amar.

Liberdade para gozar a vida de olhos abertos, como se fossem asas.

Os sentimentos são tão primitivos quanto os meus pelos.

Só o que posso experimentar é real.

Veja você, sinta você, queira a mim.

O momento se fez eterno em respostas das perguntas que eu sempre me fiz.

Por que os orgasmos são brancos? Ou os são apenas os meus?

Consciência agora. O resto não me interessa.

Eu preciso aprender as lições da humildade.

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

Os Signos de Gêmeos, Libra e Aquário

"Você não é apenas um signo. Você é uma partícula infinita de energia desenhada no universo preciso de um mapa astral."
Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller


As transmutações em ar

O ar é o mais inteligente e rápido dos elementos.
Desnudar a tríade aérea do mapa astral é conhecer onde temos os signos de Gêmeos, Libra e Aquário. Nessas casas e áreas da vida, precisamos desenvolver os poderes da mente, celebrar as formas flexíveis do pensamento e o prazer das idealizações.
O mais importante aprendizado do ar é buscar o equilíbrio entre o intelecto e a praticidade. É o desafio em buscar o encontro entre os sonhos e a realidade, pois o impulso vital desse elemento é agir por ideologia e padrões de pensamentos específicos: seja pela curiosidade de Gêmeos, pela seduçãode Libra ou pela visão coletiva de Aquário.
O elemento ar age sob as linhas geométricas da força que funciona através da mente, entre a energia modeladora dos padrões futuristas que ainda virão e das linhas do tempo do aqui e agora. No corpo representa a circulação, a comunicação e a mente racional - o intelecto, a inspiração cósmica e as paixões platônicas.
Os filhos do ar são comunicativos, espirituosos e hábeis por natureza, e conseguem transformar imediatamente qualquer idéia banal em teoria lógica.
São sedutores e sensuais.

Sol em Gêmeos

Eu não, eu nunca sei ao certo...
É difícil dar um sentido à vida quando as mudanças acontecem dentro de mim numa velocidade incrível!
Quero me despir dos meus enganos – todos eles
e das minhas memórias - todas elas!
Quero me encontrar com a melodia original da minha mente e desvendar os meus pecados, provar os meus e os seus sabores na letra bilíngüe que ecoa em meu peito. Ao final, quero desenhar formas no ar que eu respiro.
Enquanto isso, eu quero cobrir todas as dores do meu corpo com as cores do mundo, numa só tatuagem. Ou em duas.


Às vezes, abro as minhas asas e a minha mente voa.

Meu analista me disse que sou multifacetada. E daí? E quem não é?
Todos os analistas são loucos senão como eles entenderiam a minha loucura?

Eu disse: Os semelhantes se reconhecem pelas diferenças básicas entre mim e você, entre mim e comigo...
Mas o tempo acabou antes que eu terminasse a frase.

O ar me ensinou palavras novas. No meio delas - do nada! - apareceu o silêncio. Eu me assustei.

Aveludada. A inquietude é da cor da minha pele.
E colorida, porque o mundo é preto e branco.

Superficial é você. Eu sou eu.
Entre chorar e rir a diferença é zero.

Dispersão com foco. Eis o desafio: a própria vida em versos.

Malícia, astúcia e convicção. Extroversão em prosa, as muitas interrogações em mim.

Extroversões. Espelho, espelho meu... Qual face você quer agora?

Um dia, eu perguntei ao vento: O que é a liberdade senão a dança das palavras?
Foi então que ele se revelou: Não se engane, pois as palavras matam.

Sou homem, sou mulher, sou criança, sou menino. Eu sou assim?

Eu preciso aprender a ouvir com os meus olhos.
____

Sol em Libra
Um sutra para Vênus

Sal
Sal
Saliva

Cera
Cera
Céu
Cio
Cio
Sina

Sangue
Sangue
Sêmen

Cidra
Cidra
Ou sal saliva?

Fumar o ópio doce com você,
Beber cristal as bolhas do querer
Olhar para o céu triste e sentir
O que eu nunca consegui dizer
Tão só

Tô só com você
Muito só,
Tô só com você
Totalmente sozinho ao seu lado.


Eu preciso aprender a sinceridade emocional.

Eu reconheço a beleza com muita facilidade - talvez exatamente por esse dom, eu amo o esteticamente perfeito.

Dizem que fico em cima do muro na hora de decidir. Não é exatamente assim, eu apenas escolho as duas opções.

Para me amar, é preciso acreditar no que eu digo e não no que os seus olhos vêem. Literalmente.

Café com leite? Pão com ou sem manteiga? Escolhas difíceis.

Talvez um dia eu me comprometa de verdade, de corpo e alma, profundamente. Talvez.

Amo amar o amor e tudo a ele relacionado.

Eu sou assim... mas posso ser diferente para te agradar.

O conforto me seduz e a beleza me atrai. O bom gosto é tudo. O que você tem para me oferecer?
____


Sol em Aquário

Ecos uranianos

O rock existe. A música é deus.
O resto é invenção de mentes infantis. Ou será deus um menino?
Eu conheço os ritmos do universo, você quer dançar comigo?
Eu me casei com o céu e com as estrelas, o mundo é a minha casa. E no meu coração não há fronteiras.
Ecos Ecos Ecos Ecos. Alguém falou comigo?


O original me atrai. Sempre.

Busco no intelecto a minha sedução – e como a burrice me cansa!

Amo todos os meus amores, todos. Sem exceção.

Você precisa merecer a minha atenção, o meu coração e a minha alma. Mas eu não sei se posso amar você. Posso?

Só existe uma possibilidade: Todas!

Para que dizer alguma coisa? Você não sabe ler o olhar? Tenta de novo, vai...

Ouvindo o meu silêncio percebo algo - ainda - desconhecido para mim. São tantas as mutações que me sinto incoerente em definitivo.

A liberdade é o meu limite.

Eu preciso aprender a ouvir o meu coração.

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

quarta-feira, 7 de março de 2012

Os signos de Touro, Virgem e Capricórnio

"Você não é apenas um signo. Você é uma partícula infinita de energia desenhada no universo preciso de um mapa astral."
Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller





Os instintos da terra


A terra é o mais persistente e artístico dos elementos.
Desnudar a tríade terrena do mapa astral é conhecer onde temos os signos de Touro, Virgem e Capricórnio. Nessas casas e áreas da vida, precisamos desenvolver os sentidos físicos, o raciocínio e o contato com a realidade.
O mais importante aprendizado da terra é buscar o equilíbrio entre leveza e autodisciplina. É o desafio em desenvolver a flexibilidade sem tirar os pés do chão, pois o impulso vital desse elemento é agir com persistência: seja pela arte de Touro, pelo olhar detalhista de Virgem ou pela convenção social em estrutura de Capricórnio.
O elemento terra age sob instinto de cuidar de si mesmo. No corpo representa os ossos, a coluna vertebral, os sentidos físicos, a base dos pés e o desenvolvimento da postura.
Os filhos dos signos da terra são coerentes e determinados por natureza, e conseguem transformar imediatamente qualquer renda em uma poupança para o futuro.
Cautelosos e dedicados, precisam de boas oportunidades para dar o melhor de si. São belos e sensuais.

Sol em Touro


É no sabor de tudo que planto os meus temperos. Espio.
E sem querer, traduzo as horas. Insisto.
Espreito os olhos para traduzir o meu riso. Sinto.
Aflito nos meus próprios atos, reflito-me a fim de começar tudo de novo.

_____

Para me amar, primeiro eu preciso sentir o seu cheiro. Depois o seu sabor.

Através do sabor eu sei da intensidade dos gestos.

A minha voz necessita de pausas.

Con_tato. E com arte.

Observador interno: sempre ligado.

A matéria reluz de sensualidade

Bom gosto é uma questão de talento.

Eu quero me conhecer. Mas, que preguiça de mim.

Eu preciso aprender as lições da paciência.


Sol em Virgem


Com Mercúrio à flor da pele, o corpo me excita.
Escondo a sutil perversão nas minhas formas (im)perfeitas.
Busco, mas não encontro. Digo, mas não faço.
Choro, mas não amo.
Que a minha alma vadia me leve à razão, para que toda a sanidade seja transmutada. Nem sempre o que eu tenho é o que realmente preciso.
Quero mais. E talvez por isso o corpo tanto me excite.
_____

Passei grande parte da minha vida achando que havia alguma coisa errada comigo, até perceber que eu estava errada. Completa e absolutamente.

Do corpo eu tenho as marcas de forma organizada para que eu possa me explicar para mim mesma.

A rotina é algo tão sensual.

As prioridades são prioritárias na minha vida.

Primeiro eu preciso me interessar muito por você.

Cada dia é o melhor dia para dar o melhor de mim. E exigir o troco na mesma moeda.

Cada coisa em seu lugar e nessa ordem necessariamente.

E se nem tudo é para ser do meu jeito, então de que forma seria?

Eu preciso aprender a relaxar.

Sol em Capricórnio


A magia amputada transformada em tradição
Linhas retas de exatidão: perdição
Quem é menor: Você ou quem quer ter razão?
Compaixão
O mundo não tem hierarquia, e a ciência nem sempre tem comprovação

Se eu existo, Deus existe
Se Deus existe, quem não é Deus?
Me mostre, me mostre agora
Quem você não é?

Matamos os mistérios
Reduzimos o absoluto em absurdo, ledos enganos
Em brigas de galos e de egos, somas exatas
O desenho se vai, o corpo se vai, o mapa se vai, a voz não calou:
Quem você não é?

Perdemos nós, perdeu-se você
Na própria química ilusória de sermos perfeitos
Coerentes e definitivos
Gente sem emoção, almas rasgadas
Sangrias desatadas, vestidas de comiseração
Homens de ferro, mulheres sem paixão
E me diz o que você sabe, ou então cale-se.

_____

Qual é o preço que você paga pela miséria de vida que você tem?

E me diga, qual o seu nome?
As minhas raízes me permitem voar.

Aprendi cedo: A liberdade é de quem tem o poder.

Sou incansável seguindo o meu destino.

Qual é o sentido?

Detesto erros, adoro acertos: Sem meio termo.

Eu piso firme, o chão é o meu reino!

Eu preciso desenvolver a flexibilidade mas não agora. Tenho tempo.


Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

terça-feira, 6 de março de 2012

O Signo de Escorpião

E encerrando o ciclo das conexões em água, o mais profundo dos signos: Escorpião.


Sol em Escorpião

Por favor, apaga a luz
Para de falar e deita aqui comigo
Me desnuda com os seus mistérios
Os seus gemidos sem pudores
Deita aqui e se deixa morrer
Eu não sei o que fazer quando você chora.
Por favor, apaga a luz
Apaga a luz, acende uma vela
Na dificuldade da palavra certa
Me irradia com as suas dúvidas
Me queima com as suas angústias
Mas, por favor, apaga a luz
Quero tragar você
Quero morrer você
Por favor, apaga a luz.


Eu não posso prometer nada. É uma questão de princípio.

Eis o meu veneno. Você aceita um gole?
E me mostre a sua alma. Ou então me esqueça.

Eu preciso aprender a confiar de novo e de novo. Mas, porque ainda não aprendi?

Um vinho. Uma vela. Uma flor. E muito sexo.

A morte é um momento único. Mas, todos os momentos são únicos, não?

Gozar e morrer, não necessariamente nessa ordem.

Pensa bem: qual a cor da morte? Será da mesma cor do orgasmo?

O mergulho é de muita profundidade. Você quer vir comigo?

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br

segunda-feira, 5 de março de 2012

Conexões em água - O signo de Câncer

E esse é um dos convites da astrologia: conhecer a si mesmo a fim de desenvolver os potenciais adormecidos da criação e gerar energia em equilíbrio, transcendendo possíveis limitações registradas no decorrer da vida.


A compreensão do elementar de cada signo nos leva ao essencial – a mais natural e íntima expressão. Para cada signo, um elemento. Para cada elemento, algumas tendências e inúmeras mensagens em sabedoria.

Sol em Câncer

Uma só lua vestida de tantas faces é a culpada
Pela minha anemia
Pela minha loucura
Pela minha esquizofrenia
Como um filho sem mãe
Colorindo de estrelas
O vazio das suas ausências
Me dá grana, deposita em dinheiro o seu calor
Para eu sentir que existo pra você
Para eu sentir o seu amor
Do peito que secou
Do ventre que já morreu
E de onde nasceu a minha loucura
Meu pânico, meus medos,
Meus terrores, tremores
Meus risos sem sentido
Como um filho sem mãe
Apenas um filho sem mãe


Da ancestralidade vem a minha força.

Eu só preciso de amor. E de muita atenção. Nessa ordem.

Simbiose é a minha sina.

Mas se ao final eu puder escolher cara a cara com o meu destino, eu prefiro morrer de amor.

Escolha a sua melhor fase que eu espero o seu tempo. Mas queira-me.

E quem cuida de mim?

Eu preciso aprender a aceitar as diferentes expressões de amor. E talvez eu precise também aprender a perdoar.

Ah, são tantas as memórias, tantas vidas em mim!

Não é que eu queira muito, quero apenas um amor eterno do meu jeito – e só para mim.

Além da Astrologia
Texto e Fotografia de Ekatala Keller

Contato pelo site http://ekatala.com.br

domingo, 4 de março de 2012

((( Astrologia )))



"Você não é apenas um signo. Você é uma partícula infinita de energia desenhada no universo preciso de um mapa astral."
Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller



As conexões em água

Água: o mais emotivo e sensível dos elementos.
Desnudar a tríade da água no mapa astral é conhecer onde temos os signos de Câncer, Escorpião e Peixes. Nessas casas e áreas da vida, precisamos conhecer os sentimentos profundos, expressar a emoção e o prazer do amor.
O mais importante aprendizado da água é buscar o equilíbrio entre a sensibilidade e a poder criador. Entre o presente e o passado. É o desafio em buscar o encontro entre a vulnerabilidade e a paz interior, pois o impulso vital desse elemento é agir por interesse emocional: seja pelo acolhimento de Câncer, pela intensidade de Escorpião ou pela devoção de Peixes.
O elemento água age sob a inspiração latente da reprodução, do acasalamento e do contato emocional. No corpo representa os órgãos reprodutores, o coração, a mente emocional e principalmente os olhos.
Os filhos da água são sensitivos, empáticos e acolhedores por natureza. São amorosos e transformam qualquer acaso em romance.


Sol em Peixes

E se eu me despisse de todos os meus medos?
E abrisse os meus braços acovardados para abraçar a morte?
Ou para abraçar a vida?
E sepultasse os originais despersonalizados do meu destino?
E resgatasse no efêmero do tempo tudo aquilo que é meu?
Para enfim encontrar o quê? O que não pode ser dito?
O que sei é que nem sempre as palavras são sinceras.

Eu creio no oceano porque posso ouvir a sua canção.

Entre o violeta e a cor púrpura, eu prefiro o azul. Talvez porque me recorde do mar da minha infância e das ondas que lavaram os meus sonhos.

Um pouco de sensibilidade, por favor.

A solidão me acompanha, mas até quando?

Quase todo mundo é meio deus e meio diabo. O resto são apenas artistas.

As drogas aliviam apenas momentaneamente as drogas de vidas sem sentidos.

Como transcender: feche os seus olhos e esqueça o que você vê.

O amor em mim é real, mas eu preciso de romance para me sentir vivo.

Eu preciso aprender a estar no mundo e a desfrutá-lo com responsabilidade.

Além da Astrologia, um livro de Ekatala Keller
Fotografia de Ekatala Keller e Alexandre Devananda

Formato e-book através do contato site: http://ekatala.com.br

sexta-feira, 2 de março de 2012

Astrologia da alma - Os nodos lunares

Dedicado aos meus alunos, clientes e amigos que participaram das minhas pesquisas sobre o assunto. Muito obrigada!

Assim como a vida, o amor e a mitologia é também com a astrologia: Você só pode percebê-la com o coração.

A compreensão da energia astral é uma maneira meditativa em delinear e traduzir os aspectos importantes da vida individual, onde o aprendizado básico é aplicação da sabedoria máxima: a sua liberdade termina onde começa a liberdade do outro.

É tão simples assim na teoria e ao mesmo tempo tão complicada na prática por força do ego e dos valores atuais. Por exemplo, a competitividade exacerbada gera ignorância e limita consideravelmente o desfrute existencial.

Um dos mecanismos para reaprender a equilibrar a conexão interna dos valores pessoais é conhecer a sabedoria dos nodos lunares a fim de harmonizar possíveis aspectos conflitantes.

Para a astrologia, os Nodos Lunares representam a relação entre causa e efeito – padrões e condicionamentos que criamos como defesa do ego. Nessas linhas,
O Nodo Sul representa as memórias e as experiências passadas.
O Nodo Norte mostra o caminho e as qualidades que precisamos desenvolver no momento presente para expandir a compreensão em novas possibilidades. Energicamente falando, toda ação incompleta que gera ressaca emocional, moral ou material pode ser chamada de incompletude, débito ou carma. São atitudes e situações corriqueiras e descompensadas que nos prendem aos nossos próprios medos e inseguranças, e que muitas vezes nos prejudicam.

Boa viagem pelo seu nódulo lunar ( consulte a tabela abaixo para localizar o signo do seu nódulo lunar com base no dia do seu nascimento), e não se esqueça da aplicabilidade da mensagem na sua vida, mesmo que a primeira vista você não concorde exatamente com os pontos descritos. Vale uma segunda olhada, pode crer!


Nódulo Lunar em Áries

O segredo básico para esse grupo é desenvolver a independência material. Para isso, precisam aprender a fazer escolhas sensatas, pois têm necessidade extrema em agradar os outros e a participar intensamente da vida social a sua volta.
Muitas vezes erram feio e mesmo tendo consciência do equívoco em que estão se metendo, não se permitem mudar de ideia ou o curso da ação em prol da (falsa) harmonia que criaram a sua volta. Pagam um preço alto em função disso, como por exemplo, tendem a escolher formações profissionais para agradar aos outros ou o que está na moda, parceiros que despertem estabilidade e não necessariamente amor, e muitas vezes alimentam um modo de vida despersonalizado em várias áreas da vida.
Quando se permitem a confiança nos próprios impulsos e aplicam o autointeresse construtivo ganham força para seguir a vida com coragem e ousadia, e descobrem que não precisam agradar sempre as pessoas a sua volta e com isso resgatam o dom natural de serem e fazerem o que verdadeiramente os tornem felizes.
O desafio para esse grupo é buscar a verdadeira identidade e seguir com independência os impulsos do coração.

Nódulo Lunar em Libra


Um dos maiores dramas para esse grupo é que costumam resistir bravamente a qualquer tipo de compromisso que toque a intimidade, e com isso podem se tornar egoístas ao extremo o que acarreta perdas desnecessárias de energia, de dinheiro e de oportunidades.
Costumam agir com desmedida razão e quando contrariados podem reagir de forma infantil com ataques de raiva e ofensas gratuitas, pois falta percepção empática com relação às pessoas e ao mundo a sua volta.
Somente quando descobrirem a usar de tato e de um pouco de diplomacia é que conseguirão criar situações mais ricas e dinâmicas no dia-a-dia. São vencedores por natureza, mas precisam direcionar o impulso em cooperação em prol de todos os envolvidos e abandonar completamente a visão indiferente e julgadora que costumam enxergar o mundo e a vida em sociedade.
O mais importante aprendizado é compartilhar o que tem de melhor sem esperar nada em troca lembrando sempre da regra básica da vida: o que se dá é de fato o que se recebe.


Nódulo Lunar em Touro


Com atitudes impacientes e melindrosas por natureza com os problemas alheios, caminham as pessoas desse grupo com nódulo lunar em touro. São naturalmente atraídos para situações difíceis e exibem uma preocupação exagerada com os problemas dos outros, pois adoram o poder de julgá-los e provar que estavam certos - mesmo que apenas para si mesmos.
Precisam desenvolver a verdadeira noção de limites e a persistência necessária para seguir o próprio caminho aprendendo a cuidar de si mesmo e das suas posses. Uma das maneiras de conseguirem êxito é organizando melhor a distribuição de tempo com seletividade para adquirem destreza, concentração e uma melhor produtividade.
Muitas vezes, quando precisam realizar algo importante ou que serão avaliados ficam doentes ou simplesmente caem em inércia e se entregam à preguiça. No fundo, o medo de errar e de ser julgado é de uma proporção muito maior que a realidade, mas é justificável, pois são os próprios julgadores de si mesmo e detestam errar.
O desafio para esse grupo é buscar a libertação da necessidade da opinião alheia ao mesmo tempo em que se liberta dos próprios julgamentos e avaliações gratuitas.

Nódulo Lunar em Escorpião

Um grupo sensual e materialista onde reina a teimosia. A maior dificuldade é exatamente aprender a desfrutar da companhia das pessoas, das posses e dos bens sem necessariamente se tornar escravo delas. É abrindo mão do controle exacerbado com que costumam agir em todas as áreas que encontrarão mecanismos para superar os vícios e interesses materiais exagerados.
Muitas vezes, perdem-se em apetites e jogos sexuais, e costumam escolher os caminhos mais árduos para diferentes situações, das mais simples até as mais complicadas. No fundo, precisam de autodisciplina para realizar as mudanças construtivas que levarão ao sucesso e a formação de parcerias verdadeiras, com base na confiança e onde todos ganham.
Precisam reconhecer o potencial do sucesso e se libertar do medo de correr riscos.

Nódulo Lunar em Gêmeos

As pessoas desse grupo são carismáticas e atraentes, mas sempre gostam de ter razão, pois deduzem que sabem tudo, inclusive o que os outros vão dizer antes mesmo de escutar, e com isso muitas vezes causam discussões inúteis e constrangimentos desnecessários sem conseguir estabelecer diálogos saudáveis.
De cara, precisam aprender a ouvir para que possam expressar as idéias com mais suavidade, prestando atenção ao que os outros pensam e falam. Dessa forma, manterão uma curiosidade sadia e estarão abertos a uma abordagem mais otimista do mundo a sua volta, descobrindo novos ângulos de uma mesma situação.
O mais importante para o grupo de nódulo lunar em gêmeos é considerar abertamente as novas possibilidades procurando informações antes de tomar decisões importantes, pois costumam agir de forma rápida e exagerada, muitas vezes com descuido e gerando perdas consideráveis de dinheiro, de relacionamentos e de energia.
Precisam desenvolver a lógica com mais suavidade e aprender a conversar sem tantas exigências e imposições. Desenvolver um toque de leveza - ver o mundo com mais divertimento e não levar tudo tão a sério – poderá, assim, harmonizar os aspectos com os outros em todas as áreas da vida.

Nódulo Lunar em Sagitário

As pessoas com nódulo lunar em sagitário apesar de serem inteligentes e descoladas, costumam agir com indecisão e de forma precavida, pois tendem a ver segundas intenções em tudo, principalmente nas pessoas mais próximas.
Por adorarem uma boa conversa, muitas vezes se expressam sem honestidade o suficiente, e acabam jogando em todos os times para serem aceitas, e como vivem falando demais, muitas vezes dizem o que os outros querem ouvir ao invés de expressarem um posicionamento sincero. Alias, é somente através da sinceridade que conseguirão desenvolver boas relações de afeto e confiança, deixando de gastar tempo e energia em fofocas invasivas a intimidade dos outros. E somente através de uma tomada consciente desse tipo de atitude, é que conseguirão desenvolver autoconfiança e honestidade em si mesmas.
Precisam aprender a meditar e a relaxar, buscando de preferência, mais contato com a natureza. Aprender a argumentar também poderá trazer bons resultados, pois precisam de sensatez para desfrutar das conquistas pessoais.

Nódulo Lunar em Câncer

Um grupo com necessidade de controle absoluto - de tudo e de todos. Agem com compulsão de se encarregar de varias situações ao mesmo tempo para se sentirem responsáveis e importantes.
Cuidam dos problemas e dos sentimentos alheios, muitas vezes ocultando as próprias emoções por medo de ficarem vulneráveis às relações íntimas, pois detestam parecer fracos e dependentes. O grande problema é que cobram depois - sem dó nem piedade - num verdadeiro jogo de manipulação emocional.
Somente com uma boa dose de humildade conseguirão se revelar como são de verdade, permitindo assim que os outros possam conhecê-los na intimidade: o que pensam, sentem e fazem. E para isso, precisam se libertar de comportamentos gananciosos e insaciáveis por reconhecimento e atitudes obscuras.
Precisam desenvolver coragem para expor os próprios sentimentos com sinceridade.

Nódulo Lunar em Capricórnio

As pessoas desse grupo são naturalmente apegadas ao passado, e costumam agir e se justificar exatamente com base nas crenças antigas para evitar o momento presente. No fundo são dependentes e medrosas, e não gostam da realidade, pois falta um sentido de vida que as impulsione para as conquistas e deleites da vida.
Como são apegadas em demasia ao que já passou, tornaram-se infantis, levianas e sensíveis de forma exagerada. Tudo que elas querem é que alguém cuide delas e as protejam de todos os riscos - o que na vida adulta, não irá funcionar.
É somente praticando o desapego ao passado e se orientando com determinação aos objetivos pessoais no momento presente que alcançarão o sucesso.
Precisam desenvolver autocontrole e crescer com determinação, tornando-se aptos a firmar compromissos e a viver de maneira adulta, desfrutando a ousadia natural que possuem guardadas no coração.


Nódulo Lunar em Leão

Neste grupo de leão, encontraremos os carentes e sonhadores. São tipicamente os despersonalizados amigos de todos, pois acreditam que assim serão aceitos e amados. No entanto, como necessitam de amor em demasia, acabam deixando exaustos quem com eles se relacionam, pois não costumam tomar atitudes sensatas.
Às vezes, se comportam de maneira calculada para encantar o outro, e depois da conquista tratam com indiferença e/ou posse nos relacionamentos amorosos, negando com astúcia que costumam agir assim. No fundo, é exatamente o que falta para esse grupo: amor próprio e entusiasmo sincero em ousar e curtir a vida, principalmente a intimidade em fazer escolhas com o coração.
Quando se sentem ameaçados de forma real ou imaginária, simplesmente desligam-se das situações emocionais e buscam novas amizades, muitas vezes negligenciando com ironia a importância das pessoas e das relações na sua vida.
Precisam aprender a usar de força de vontade para firmar a individualidade e se libertar da necessidade de ser aceito pelos outros para viver a própria vida, encontrando assim o valor pessoal e a despertando para a própria beleza.

Nódulo Lunar em Aquário

As pessoas desse grupo com nódulo lunar em aquário são obstinadas por natureza. Vivem correndo riscos e gerando inúmeras mudanças – às vezes, de forma brusca – para provar o próprio valor e firmar autoridade.
O que mais querem é aprovação para se sentirem vivas e capazes. Com isso, atropelam os outros com ritmo mais lento e muitas vezes se apaixonam pedidamente por pessoas indisponíveis e/ou projetos alheios só para se sentirem vivos. No fundo, não ligam para nada nem ninguém. Quando querem chamar atenção, usam de prerrogativas melodramáticas que exaurem até os mais entusiasmados parceiros.
Um dos desafios para esse grupo é o de despertar para causas humanitárias, para valores como dignidade, igualdade e participação em grupo. E com isso, atingir um comportamento mais maduro, desenvolvendo a percepção evolutiva de que todos são especiais, cada um da sua maneira.
Precisam aprender o valor dos amores e das amizades sinceras e a agir com mais objetividade e carinho em manter as próprias conquistas. Devem refletir sobre fidelidade e compromisso emocional para assim se libertarem de devaneios fúteis.


Nódulo Lunar em Virgem

As pessoas com o nódulo lunar em virgem muitas vezes são preguiçosas, confusas e extremistas, com dificuldade para conseguir foco e atenção necessária a fim de adequar uma rotina organizada e tranquila. O que elas mais precisam é agir com moderação e ordem, pois são no mínimo, um pouco desorientadas dos próprios valores e objetivo de vida.
Costumam ser hipersensíveis e distraídas por natureza. Dadas aos vícios, muitas vezes não conseguem equilibrar com moderação os gastos e ordenar o caos em que transformam a rotina. Precisam de análise minuciosa de si mesmas e de uma participação mais coerente nos fatos da vida que levam.
Como não fazem planejamento, muitas vezes são presas fáceis para serem exploradas por pessoas de má fé, e acabam agindo ou se sentindo as vítimas das circunstâncias. No fundo, o que elas precisam é simplesmente serem mais práticas e determinadas, assumindo as próprias experiências e crescendo através delas com participação consciente.
Precisam perceber e valorizar os detalhes das próprias conquistas e permanecer no aqui e agora.

Nódulo Lunar em Peixes

As pessoas do grupo com nódulo lunar em peixes costumam ser inflexíveis e exigentes com os mínimos detalhes. Exageradas no julgamento de si mesmas e de todos os outros, agem de maneira analítica sempre visando à perfeição.
São ansiosas por natureza, e buscam através da vigilância constante em não agir sem antes calcular minuciosamente todos os riscos, podem desenvolver comportamentos rígidos e visão limitada. Costumam estender essa dinâmica para todas as áreas da vida, inclusive às relações íntimas.
Somente quando libertarem a necessidade exagerada em desvendar os defeitos dos outros e aprender a arte da compaixão é que alcançarão a plenitude e a liberdade em seguir a intuição de maneira leve e centrada.
Precisam aprender a aceitar os diferentes ciclos da vida e a praticar o não-julgamento das situações. O maior desafio, no entanto, é confiar de novo: na individualidade, na vida e nas pessoas mais íntimas que tocam o coração, para assim, curar velhas feridas e seguir com mais fluidez.

Texto integrante do livro Além da Astrologia, de Ekatala Keller
Fotografia de Alexandre Devananda

Contato pelo site http://ekatala.com.br


TABELA DOS NODULOS LUNARES
(NODO NORTE OU CABEÇA DO DRAGÃO)

Período - Signo

08/02/1921 a 23/08/1922 Libra
24/08/1922 a 23/04/1924 Virgem
24/04/1924 a 26/10/1925 Leão
27/10/1925 a 16/04/1927 Câncer
17/04/1927 a 28/12/1928 Gêmeos
29/12/1928 a 07/07/1930 Touro
08/07/1930 a 28/12/1931 Áries
29/12/1931 a 24/06/1933 Peixes
25/06/1933 a 08/03/1935 Aquário
09/03/1935 a 14/09/1936 Capricórnio
15/09/1936 a 03/03/1938 Sagitário
04/03/1938 a 12/09/1939 Escorpião
13/09/1939 a 24/05/1941 Libra
25/05/1941 a 21/11/1942 Virgem
22/11/1942 a 11/05/1944 Leão
12/05/1944 a 13/12/1945 Câncer
14/12/1945 a 02/08/1947 Gêmeos
03/08/1947 a 26/01/1949 Touro
27/01/1949 a 26/07/1950 Áries
27/07/1950 a 28/03/1952 Peixes
29/03/1952 a 09/10/1953 Aquário
10/10/1953 a 02/04/1955 Capricórnio
03/04/1955 a 04/10/1956 Sagitário
05/10/1956 a 16/06/1958 Escorpião
17/06/1958 a 15/12/1959 Libra
16/12/1959 a 10/06/1961 Virgem
11/06/1961 a 23/12/1962 Leão
24/12/1962 a 25/08/1964 Câncer
26/12/1964 a 19/02/1966 Gêmeos
20/02/1966 a 19/08/1967 Touro
20/08/1967 a 19/04/1969 Áries
20/04/1969 a 02/11/1970 Peixes
03/11/1970 a 27/04/1972 Aquário
28/04/1972 a 27/10/1973 Capricórnio
28/10/1973 a 10/07/1975 Sagitário
11/07/1975 a 07/01/1977 Escorpião
08/01/1977 a 05/07/1978 Libra
06/07/1978 a 12/01/1980 Virgem
13/01/1980 a 24/09/1981 Leão
25/09/1981 a 16/03/1983 Câncer
17/03/1983 a 11/09/1984 Gêmeos
12/09/1984 a 06/04/1986 Touro
07/04/1986 a 02/12/1987 Áries
03/12/1987 a 22/05/1989 Peixes
23/05/1989 a 18/11/1990 Aquário
19/11/1990 a 01/08/1992 Capricórnio
02/08/1992 a 01/02/1994 Sagitário
02/02/1994 a 31/07/1995 Escorpião
01/08/1995 a 25/01/1997 Libra
26/01/1997 a 20/10/1998 Virgem
21/10/1998 a 09/04/2000 Leão
10/04/2000 a 12/10/2001 Câncer
13/10/2001 a 13/03/2003 Gêmeos
14/03/2003 a 25/12/2004 Touro
26/12/2004 a 21/06/2006 Áries
22/06/2006 a 18/12/2007 Peixes
19/12/2007 a 21/08/2009 Aquário
22/08/2009 a 03/03/2011 Capricórnio
04/03/2011 a 29/08/2012 Sagitário
30/08/2012 a 18/02/2014 Escorpião
19/02/2014 a 11/11/2015 Libra